Aperitivo Italiano

Ciao a tutti!

Chegou sexta-feira e nada melhor que um momento para relaxar e curtir com os amigos, não é mesmo?

O aperitivo italiano é uma tradição imprescindível em muitas regiões da Itália, é um modo de se encontrar com os amigos, relaxar depois de um dia de trabalho…ou seja, a versão italiana do happy hour!

history_aperitivo_0

Diz-se que teve início em 1786 em Torino (região do Piemonte), quando Antonio Benedetto Carpano inventou o vermouth (vinho branco misturado com 30 tipos de ervas e especiarias). Porém, o verdadeiro hábito do aperitivo começou no início dos anos 1900, com a produção de speltz (água fortemente gaseificada) e soda – basta pensar no Campari milanese de 1932.

Hoje se tem à escolha vinhos, espumantes e coquetéis, os mais pedidos no aperitivo são:

Spritz: é o drink do verão, a cara da Itália, feito à base de vinho branco ou Prosecco, bitter e água com gás, normalmente se adiciona Aperol – típico do Triveneto;

20180909_101323

Negroni: coquetel feito com gin, vermute vermelho e Campari – nasceu em Firenze e hoje é típico da Toscana;

1200px-Negroni_served_in_Vancouver_BC

Bellini: é uma mistura de Prosecco e suco de pêssego – típico de Veneza;

eataly-flatiron-bellini-canella-bottle-glass

Rossini: variante do Bellini, é um coquetel mais docinho, preparado com Prosecco e suco de morango – típico de Veneza;

1705-rossini-cocktail-spring-cocktail-recipes-drink-strawberries-and-champagne

Pirlo: coquetel à base de vinho branco, com água com gás e Campari – típico de Brescia.

caffetteria-jessykafe

O aperitivo geralmente está associado ao consumo de bebida alcoólica (mas não necessariamente tem que ser), que se toma antes do jantar juntamente com alguns quitutes oferecidos pelo bar/café!

A CLASSIFICAÇÃO DOS APERITIVOS:

  • Vinhos: os vinhos frizantes estimulam a produção dos sucos gástricos, os mais utilizados são: branco, rosé e prosecco;
  • Bitter e seltz: os aperitivos mais comuns, que aguçam as papilas gustativas para exaltar os sabores da janta, compreendem: Campari, Aperol, Crodino, Biancosarti, Cynar, Rabarbaro, China e Spritz;
  • Vermute: da persistência sobre o paladar muito forte, se bebe na versão dry com azeitona para estimular os sabores amargos, ou vermelho com limão para os doces;
  • Coquetéis, cervejas e não alcóolicos: menos comuns, cumprem o ritual mas não a particularidade pré disposição do gosto, destacam-se os coquetéis ao anis, as cervejas claras ou o mix de cerveja e bitter.

Ficou com vontade de experimentar o aperitivo italiano? Vem pra cá!

20171101_161309

Arrivederci!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s