8 Marzo: Giornata Internazionale della Donna!

Ciao a tutti!

Hoje, 8 de março, é comemorado o Dia Internacional da Mulher, comumente conhecido na Itália como “Festa della Donna“.

O dia de hoje não é propriamente um dia de festa, é um momento de reflexão, para relembrar a luta incansável das mulheres pela igualdade de gênero e contra a violência feminina, mas sobretudo para recordar que ainda se há muito (infelizmente) para lutar.

8 Marzo

As origens do Dia Internacional da Mulher – falando um pouco sobre a história:

  • Em 26.02.1909, em Nova York, cerca de 15 mil mulheres marcharam nas ruas da cidade  por melhores condições de trabalho – esta teria sido a primeira celebração do Dia da Mulher;
  • Em agosto de 1910, a alemã Clara Zetkin propôs, na 2ª Conferência Internacional das Mulheres Socialistas, a criação de uma jornada de manifestações;
  • Em 19.03.1911, Alemanha, Áustria, Dinamarca e Suíça, foram os primeiros países europeus a celebrar a data. Reivindicações salariais, direito ao voto e de exercício em cargos públicos, além da eliminação da discriminação, eram os temas centrais;
  • Em 1917, um grupo de operárias saiu às ruas para se manifestar contra a fome e a 1ª Guerra Mundial, movimento que seria o pontapé inicial da Revolução Russa;
    • O protesto aconteceu em 23 de fevereiro pelo antigo calendário russo – 8 de março no calendário gregoriano, que os soviéticos adotariam em 1918 e é utilizado pela maioria dos países do mundo hoje
  • Em 1921, a 2ª Conferência Internacional das Mulheres Comunistas fixou a data de 8 de março como “Dia Internacional da Trabalhadora”;
  • Em 12.03.1922, a Itália comemorou o Dia Internacional da Mulher pela primeira vez;
  • Em 1975, foi oficializado pela Organização das Nações Unidas (ONU) o dia 08 de março como Dia Internacional da Mulher.

Mimosa: a flor símbolo do Dia Internacional da Mulher na Itália

Em 1946, a Itália se preparava para comemorar o primeiro 8 de março depois da 2ª Guerra Mundial e a “Unione Donne Italiane (UDI) – União Mulheres Italianas” (associação feminina nascida em 1944 empenhada em atividades de defesa e promoção dos direitos da mulher) era a instituição à frente da organização do evento. 

A UDI estava procurando uma flor que pudesse caracterizar este dia e a ideia da mimosa foi proposta por Teresa Noce, Rita Montagnana e Teresa Mattei, por sua floração ocorrer nos primeiros dias de março e a sua cor amarela expressa vitalidade, força, alegria e representa a passagem da morte para a vida, tornando-se assim uma metáfora para recordar as mulheres que foram mortas pela desigualdade de gênero.

Aqui, deixamos nosso agradecimento por todas àquelas que lutaram pelos direitos e pela igualdade das mulheres. Que elas sejam sempre a inspiração, para os dias de hoje e de amanhã.

Il futuro è delle donne, ci vediamo!

Todas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s