Blog

“Acqua Alta” em Veneza

Ciao a tutti!

Hoje vamos falar um pouco sobre a chamada “acqua alta“, que está atingindo Veneza com muita força nesta semana.

Venezia - Acqua Alta

Acqua alta” é uma expressão italiana que indica o fenômeno dos picos de marés que ocorrem com particular intensidade na área lagunar de Veneza, geralmente provocando alagamentos nas áreas urbanas das cidades de Veneza e Chioggia. Isso ocorre principalmente no período de outono-primavera, intensificando-se quando se combina com o vento quente e seco vindo do sudeste – “scirocco”.

Em Veneza existem classificações dentro da “acqua alta” que variam de acordo com o nível das marés (considerando o nível médio do mar):

  • Maré forte – entre 80cm a 109cm;
  • Maré muito forte – entre 110cm a 139cm;
  • Maré excepcional alta – igual ou superior a 140cm.

Desde 26 de novembro de 2009 é utilizada uma tabela para avaliar o percentual de alagamento da cidade de Veneza, baseada nas áreas públicas transitáveis por pedestres.

Veneza - níveis de alagamento

Depois da enchente em 04 de novembro de 1966, quando o nível da maré atingiu o ponto máximo até hoje em Veneza com 194cm, foi instituído o primeiro serviço de observação das marés altas. Desde 1980 este serviço passou a ser chamado de “Centro de Previsão e Sinalização de Marés” tem a responsabilidade de recolher e elaborar dados com fins estatísticos e de antecipar a previsão das marés, a difusão das mesmas e sinalizar eventos extraordinários (marés excepcionais de águas altas ou baixas).

Veneza - acqua alta 1966 (La Presse)
A maior “acqua alta” em Veneza, 194cm de água em 1966.    (Imagem: La Presse)

A frequência de “acque alte” passou de menos de 10 vezes/ano a mais de 60 vezes/ano. Em 2018, Veneza atingiu o recorde de número de alagamentos durante o ano: foram 132 ao todo – sendo 02 de caráter excepcional, ambos no mesmo dia, atingindo 156cm e 148cm de água.

Veneza - acqua alta 2018 (metropolitano.it)
Acqua alta” em Veneza em outubro/2018. (Imagem: metropolitano.it)

Esta semana, na noite da última terça-feira (12/11), devido a um mal tempo que atinge toda a região do Vêneto há quase duas semanas, Veneza registrou um recorde de “acqua alta” excepcional após 53 anos: foram 187cm de água e ventos de 100km/h, causando enormes danos.

Acqua alta a Venezia
Acqua alta” em Veneza em 12/11/2019. (Imagem: ilpost.it)

Nos últimos dois dias foram recolhidas quase 2 toneladas de lixo das ruas de Veneza com ajuda da “Venice Calls”, uma associação criada em 2018 após a última “acqua alta”, com o intuito de fornecer ajuda gratuita à população nestas ocasiões.

Veneza - rifiuti acqua alta (@zaiaufficiale)
Voluntários auxiliando na limpeza de Veneza em 14/11/2019. (Imagem: @zaiaufficiale)

Hoje (15/11) às 11h26min a maré atingiu 154cm e 70% da cidade está alagada. O prefeito de Veneza decidiu fechar a Piazza San Marco – Praça São Marcos, o ponto mais baixo da cidade e mais atingido pelas águas.

Veneza - as maiores marés excepcionais
As maiores marés excepcionais de Veneza.

Veneza segue, desde a quarta-feira (14/11), em “estado de crise de emergência” – declarado pelas autoridades públicas.

Venezia - forza

Nosso apoio a todos os venezianos!

Ci vediamo.

Buon Halloween

Ciao a tutti!

Hoje se comemora o Halloween!

Halloween 2019

O Halloween tem origem celta e desde muito tempo é celebrado em terras italianas, muito antes de ser popularizado através da cultura americana.

De norte a sul na Itália são realizadas decorações e doces tradicionais para a passagem da “noite dos mortos”.

Aqui no Vêneto, esta tradição era antigamente chamada de “Lumere”, “Suca Baruca” ou “Suca dei Morti”. Desde os séculos passados as abóboras simbolizavam esse rito, eram esculpidas e iluminadas com velas, servindo assim para iluminar o caminho às almas dos entes queridos mortos e também para dispersar às dos mortos mais maldosos.

3d0e8119-acf2-32ea-8124-411f74427996
Algumas das tradições de Halloween na Itália (reprodução: Momondo)

Tradicionalmente, as famílias preparavam o “Piatto dei Morti – Prato dos Mortos (com nozes, doces, castanhas e biscoitos) que ficava sobre a mesa ou no parapeito da janela como uma oferta para as almas, pois se acreditava que as almas dos mortos retornariam às casas dos seus familiares na noite entre 1 e 2 de novembro.

Allora, dolcetto o scherzetto?

Conhecendo um pouco mais: Caldogno (VI)

Ciao a tutti!

Quem lembra do Roberto Baggio? Aquele jogador de futebol italiano que errou o pênalti na final da Copa de 1994 e que culminou no título do mundial para o Brasil, lembrou? Pois bem, hoje vamos falar um pouco sobre a sua cidade natal: Caldogno.

Caldogno é uma pequena cidade na província de Vicenza, com quase 16km² e cerca de 11.300 habitantes, sendo que 6,5% da população total é representada por estrangeiros – a maioria romenos e chineses.

Stemma
Brasão de Caldogno

Na cidade encontra-se a Villa Caldogno, uma construção datada da primeira metade do século XV e que posteriormente foi intervinda pelo famoso arquiteto italiano Andrea Palladio, amigo da família dos Caldogno. A villa está classificada desde 1996 como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, juntamente com as demais villas palladianas do Veneto. Atualmente, o local é utilizado para atividades e eventos culturais, saiba mais clicando aqui.

Villa Caldogno
Villa Caldogno (foto: reprodução)

Em 1944, o complexo da villa foi requisitado pelo exército alemão para sediar o comando da “Militar Saniat”, sendo construído um bunker com locais equipados para abrigar doentes e feridos, bem como salas operatórias. O bunker foi completamente reestruturado entre 2007 e 2009, e serviu por alguns anos como centro de arte contemporânea. Em 2016 passou por uma nova reestruturação, devido a enchente que atingiu a cidade em 2010. Atualmente, é utilizado para exposições de projetos juvenis, ligados às artes e à cultura, se você tiver interesse em conhecer um pouco mais dessa história, pode acessar o site clicando aqui.

Além de cidade natal do Baggio, também foi a cidade em que iniciamos a nossa jornada italiana. Moramos em Caldogno de junho de 2017 até janeiro de 2019, e a nossa dica se você passar pelas proximidades da cidade é fazer uma parada para jantar na Birreria e Pizzeria Due Torri: com certeza a melhor pizza da região, além de ter outros pratos deliciosos, ótimas cervejas e um excelente atendimento – e o local é muito estiloso!

Em outubro do ano passado, realizamos a retirada de duas certidões (nascimento e casamento) transcritas nos registros civis em 2017.

Caldogno - Traslatti
Retirada de documentos transcritos feita pela NordItalia

E já estamos chegando na Páscoa, o tempo voou até aqui.

Ci vediamo presto, arrivederci!

Certidão Recebida: Sacile (PN)

Ciao a tutti!

Em novembro do ano passado recebemos a certidão de batismo da família Peruch, emitida pela Diocese de Vittorio Veneto, referente aos registros da paróquia de San Nicola Vescovo, da cidade de Sacile.

 

Sacile é a segunda maior cidade da província de Pordenone por população residente, contando com cerca de 19.900 habitantes, sendo que 10% deste total são representados por estrangeiros – na maioria albaneses, romenos e ucranianos.

A cidade faz parte das associações:

  • Città Sane – Cidades Saudáveis”: reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS), promove a importância e o compromisso das cidades italianas nas políticas de saúde a nível local. As cidades associadas visam construir um percurso comum e partilhado de recolha, análise e difusão dos melhores elementos das boas práticas de promoção da saúde. Para saber mais, clique aqui.

Città Sane

  • Le Città del Miele – As Cidades do Mel”: objetiva promover e garantir a qualidade dos méis italianos, protegendo os recursos ambientais, paisagísticos, artísticos e históricos dos territórios com vocação para a apicultura. A Itália é o único país do mundo a gabar-se de mais de 60 diversas tipologias de méis, muitos dos quais únicos, propriamente em virtude das suas raízes locais. Saiba mais clicando aqui.

Città del Miele

Não deixe de acompanhar nosso trabalho e conhecer essas lindas cidades italianas.

Arrivederci!

Início do Horário de Verão na Itália

Ciao a tutti!

Às 2h da madrugada deste domingo (31.03) iniciou-se a “ora legale” (horário de verão) na Itália, sendo adiantado o relógio em 1h. Este horário ficará em vigor por praticamente sete meses, até o dia 27 de outubro, quando retorna o horário adequado ao ciclo solar.

Ora Legale 2019.jpg

Na Itália o horário de verão está em contínuo vigor desde 1966 – sendo instaurado a primeira vez em 1916, suprimido e reintroduzido várias vezes.

Agora a diferença horária para o Brasil é de 5 horas, até que se inicie o horário de verão brasileiro.

Buona settimana a tutti!

Conhecendo um pouco mais: Fiesso Umbertiano (RO)

Ciao a tutti!

Fiesso Umbertiano é uma pequena cidade da província de Rovigo, com 29,5km² de extensão e cerca de 3.980 habitantes.

Fiesso_Umbertiano-Stemma.png
Brasão de Fiesso Umbertiano

Faz parte da “Rete dei Comuni Solidali (RECOSOL) – Rede dos Municípios Solidários”, uma associação que objetiva dar assistência concreta aos projetos de solidariedade social internacional. Para saber mais, clique aqui.

RECOSOL

Os sobrenomes mais encontrados nesta cidade são Bononi, Zerbinati, Pellegrinelli, Davi e Chinaglia.

No final de outubro do ano passado, realizamos a busca da certidão de nascimento da família Contiero.

Fiesso Umbertiano - Contiero
Busca de certidão de nascimento pela NordItalia – família Contiero

A sede municipal se localiza na Villa Morosini Vendramin que foi adquirida pela prefeitura em 1923, após ser reconhecida como edifício de interesse histórico e artístico. Após um longo processo de restauração, foram recuperados afrescos internos de Mattia Bartoloni e Antonio Vicentini, ficando pronta em 1966. A villa é interessante por ser uma das poucas villas venetas com simetria central.

Villa Morosini Vendramin
Villa Morosini Vendramin

E hoje começou o horário de verão italiano, saiba mais no próximo post!

Ci vediamo presto!

Mais uma busca em Giacciano con Baruchella (RO)

Ciao a tutti!

Em outubro do ano passado realizamos outra busca de certidão de nascimento (desta vez da família Rossi) no comune de Giacciano con Baruchella, província de Rovigo.

Já havíamos retirado uma certidão lá em dezembro/2017 e se você ainda não leu o nosso post “Conhecendo um pouco mais: Giacciano con Baruchella (RO)”, clique aqui e venha conhecer um pouco mais sobre esta cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ponte sobre o rio Tartaro – Giacciano con Baruchella

Não deixe de acompanhar o nosso trabalho e conhecer um pouco mais sobre os lugares por onde as buscas nos levam.

Arrivederci!

Recebimento de Certidão: Vibonati (SA)

Ciao a tutti!

Em outubro/2018 recebemos a certidão de nascimento da família Di Parsia, do comune de Vibonati, pertencente a província de Salerno (região da Campania).

Vibonati - Di Parsia
Busca de certidão de nascimento pela NordItalia – família Di Parsia

A pequena cidade de Vibonati possui apenas 20,5km² de extensão e conta com 3.350 habitantes.

Vibonati
Vibonati (SA)

No ano passado, a cidade foi premiada pela FEE (Foundation for Environmetal Education – Fundação para a Educação Ambiental) com a Bandeira Azul 2018 pelas praias de Oliveto, Torre Villammare e Santa Maria Le Piane.

Bandeira Azul FEE

A Bandeira Azul é um reconhecimento internacional às cidades que respeitam determinados critérios de qualidade da água em suas praias, dos serviços oferecidos e de gestão ambiental. Saiba mais clicando aqui.

Nos meses de verão é registrada a passagem de cerca de 15.000 turistas pelas suas praias, devido às várias opções de alojamento e a ótima organização dos locais.

Com certeza vale a pena visitar estas belíssimas praias do sul da Itália!

Ci vediamo, arrivederci!

Conhecendo um pouco mais: La Valle Agordina (BL)

Ciao a tutti!

Hoje vamos falar um pouquinho da cidade de La Valle Agordina, na província de Belluno.

Stemma
Brasão de La Valle Agordina

A cidade está localizada a 800m de altitude, em um território de 48,7km² e com apenas 1.080 habitantes. A população estrangeira é de apenas 3%, sendo majoritariamente representada por cidadãos de Kosovo, Ucrânia e Croácia.

La Valle é circundada pelas Dolomitas – cadeia de montanhas deslumbrantes:

  • Monte Moiazza ao norte – 2878m;
  • Monte Framont a noroeste – 2294m;
Framont e Moiazza
Montes Moiazza e Framont (foto: reprodução)
  • Monte Zelo (ou Celo) ao sul – 2083m;
Zelo
Monte Zelo (foto: reprodução)
  • Monte Talvena ao leste – 2542m;
Talvena
Monte Talvena (foto: reprodução)
  • Cadeia de São Sebastião a nordeste, sendo os maiores picos o Tamer Grande – 2550m, o Castelo de Moschesin – 2499m, e o Alto Norte de São Sebastião – 2488m.
San Sebatiano
Cadeia de São Sebastião (foto: reprodução)

Os sobrenomes mais encontrados nesta cidade são: De Col, Da Roit, De Zaiacomo, Mezzacasa e Dell’Osbel.

Monumento
Monumento aos mortos nas guerras (prefeitura ao fundo)

Em outubro do ano passado realizamos a busca e o apostilamento da certidão de nascimento da família Andriollo e fomos atendidos por uma senhora muito gentil e atenciosa.

No nosso próximo post vamos dar um pulo lá no sul da Itália. Quer saber mais? Não deixa de se inscrever no nosso site e receber em primeira mão as novidades.

Arrivederci!

8 Marzo: Giornata Internazionale della Donna!

Ciao a tutti!

Hoje, 8 de março, é comemorado o Dia Internacional da Mulher, comumente conhecido na Itália como “Festa della Donna“.

O dia de hoje não é propriamente um dia de festa, é um momento de reflexão, para relembrar a luta incansável das mulheres pela igualdade de gênero e contra a violência feminina, mas sobretudo para recordar que ainda se há muito (infelizmente) para lutar.

8 Marzo

As origens do Dia Internacional da Mulher – falando um pouco sobre a história:

  • Em 26.02.1909, em Nova York, cerca de 15 mil mulheres marcharam nas ruas da cidade  por melhores condições de trabalho – esta teria sido a primeira celebração do Dia da Mulher;
  • Em agosto de 1910, a alemã Clara Zetkin propôs, na 2ª Conferência Internacional das Mulheres Socialistas, a criação de uma jornada de manifestações;
  • Em 19.03.1911, Alemanha, Áustria, Dinamarca e Suíça, foram os primeiros países europeus a celebrar a data. Reivindicações salariais, direito ao voto e de exercício em cargos públicos, além da eliminação da discriminação, eram os temas centrais;
  • Em 1917, um grupo de operárias saiu às ruas para se manifestar contra a fome e a 1ª Guerra Mundial, movimento que seria o pontapé inicial da Revolução Russa;
    • O protesto aconteceu em 23 de fevereiro pelo antigo calendário russo – 8 de março no calendário gregoriano, que os soviéticos adotariam em 1918 e é utilizado pela maioria dos países do mundo hoje
  • Em 1921, a 2ª Conferência Internacional das Mulheres Comunistas fixou a data de 8 de março como “Dia Internacional da Trabalhadora”;
  • Em 12.03.1922, a Itália comemorou o Dia Internacional da Mulher pela primeira vez;
  • Em 1975, foi oficializado pela Organização das Nações Unidas (ONU) o dia 08 de março como Dia Internacional da Mulher.

Mimosa: a flor símbolo do Dia Internacional da Mulher na Itália

Em 1946, a Itália se preparava para comemorar o primeiro 8 de março depois da 2ª Guerra Mundial e a “Unione Donne Italiane (UDI) – União Mulheres Italianas” (associação feminina nascida em 1944 empenhada em atividades de defesa e promoção dos direitos da mulher) era a instituição à frente da organização do evento. 

A UDI estava procurando uma flor que pudesse caracterizar este dia e a ideia da mimosa foi proposta por Teresa Noce, Rita Montagnana e Teresa Mattei, por sua floração ocorrer nos primeiros dias de março e a sua cor amarela expressa vitalidade, força, alegria e representa a passagem da morte para a vida, tornando-se assim uma metáfora para recordar as mulheres que foram mortas pela desigualdade de gênero.

Aqui, deixamos nosso agradecimento por todas àquelas que lutaram pelos direitos e pela igualdade das mulheres. Que elas sejam sempre a inspiração, para os dias de hoje e de amanhã.

Il futuro è delle donne, ci vediamo!

Todas